Vitória busca virada e rebaixa a Ponte; torcida invade e jogo é encerrado


A Ponte Preta está rebaixada para a Série B do Brasileirão. Após marcar dois gols logo no início, a equipe paulista teve um jogador expulso e viu o Vitória buscar a virada por 3 a 2, neste domingo (26), no Moisés Lucarelli. Restando 6 minutos para o término do tempo regulamentar, torcedores do clube de Campinas invadiram o gramado e deram início a uma confusão generalizada, fazendo com que o jogo fosse encerrado por falta de segurança.

A partida foi interrompida aos 39 min do 2º tempo, com os torcedores invadindo o gramado pouco depois do gol da virada do Vitória, marcado por Tréllez. Dezenas de aficionados quebraram uma grade do estádio e correram para cima dos jogadores, que conseguiram fugir para o vestiário. O goleiro Aranha foi o único que ficou em campo e conversou com alguns torcedores.

A Polícia Militar entrou em campo e conseguiu conter os torcedores, mas precisou usar cassetete e balas de efeito moral. Cenas lamentáveis, com pais tentando proteger os filhos, pessoas correndo e confusão dentro e fora do estádio. A arbitragem aguardou o término da confusão para definir se a partida continuaria ou não, mas optou por terminar o confronto.

Ponte começa bem, mas Vitória busca virada

A Ponte foi muito superior no começo do jogo e fez dois gols em 15 minutos. Aos 6min, Lucca abriu o placar. Danilo ampliou em cobrança de pênalti aos 15min. Mas logo depois Rodrigo foi expulso em um lance inusitado, por ter dado dedadas entre as nádegas de Tréllez. Depois disso, naturalmente a Vitória passou a Ponte, criou chances de gol, mas Aranha começou a brilhar. Aos 45min, ele fez duas defesas difíceis consecutivas.

No 2º tempo, a Ponte tentou organizar uma retranca, mas o Vitória conseguiu superá-la com dois gols que saíram em um espaço de dois minutos. André Lima e Tréllez deixaram tudo igual aos 14min. Depois disso, a pressão do Vitória só aumentou, mas o time desperdiçou três boas chances de gol. O lance da vitória só aconteceu aos 36min, quando Tréllez balançou a rede de novo.

Expulsão de Rodrigo

Reprodução

Aos 18min do 1º tempo, quando o clima entre os jogadores já estava nervoso por causa de diversas polêmicas e discussões, o zagueiro Rodrigo, da Ponte Preta, foi expulso. A grande curiosidade é o que aconteceu no lance: ele deu duas dedadas no ânus de Tréllez, atacante do Vitória. O quarto árbitro viu, falou com o juiz Ricardo Marques Ribeiro e mostrou o cartão vermelho.

O melhor: Tréllez

Vítima no lance da expulsão de Rodrigo, Tréllez reagiu bem e decidiu a partida. Ele fez dois gols na virada do Vitória. Primeiro chutou de fora da área e contou com desvio. Depois recebeu passe de Danilinho e completou para o gol.

Erro e gol da Ponte

Lucca fez o primeiro gol do jogo após uma falha da defesa do Vitória. Ele ficou sozinho na área e ainda contou com um erro individual de Wallace, que foi chutar a bola para longe, mas mandou ela no pé do atacante adversário. Quando finalizou, a bola ainda desviou em Kanu e deixou Fernando Miguel sem chances de defender.

Empate em dois minutos

O Vitória conseguiu superar a retranca da Ponte com uma jogada de bola parada. Após cobrança de escanteio, Danilinho desviou a bola, e André Lima finalizou para o gol de cabeça.

Logo depois saiu o segundo gol. Tréllez aplicou um bonito drible na frente da área e chutou para o gol. A bola desviou em Luan Peres e encobriu Aranha.

Árbitro adicional

O pênalti que gerou o segundo gol da Ponte só foi marcado porque o árbitro adicional, na linha de fundo, viu Wallace puxando a camisa de Léo Artur. Árbitros adicionais já foram muito criticados por se omitirem em muitos lances, mas desta vez um deles foi importante.

Desfalque no aquecimento

O volante Willian Farias foi escalado como titular para o jogo, mas teve que ser cortado da partida porque sentiu dores durante o aquecimento. Ele estava se recuperando de lesão recentemente. No lugar dele quem jogou foi o zagueiro Ramon improvisado no meio-campo.

PONTE PRETA 2 x 3 VITÓRIA

Local: Estádio Moisés Lucarelli
Data: 26/11/2017
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro
Cartões amarelos:  Jeferson (PON), Kanu (VIT), Wallace (VIT), Geferson (VIT), Yago (VIT), Wendel (PON)
Cartão vermelho: Rodrigo (PON)
Gols: Lucca, aos 6min do 1º tempo; Danilo Barcelos, aos 15min do 1º tempo; André Lima, aos 12min do 2º tempo; Tréllez, aos 14min e aos 36 min do 2º tempo.

PONTE PRETA
Aranha; Nino Paraíba, Rodrigo, Luan Peres e Jeferson; Wendel (Renato Cajá) e Elton; Léo Arthur (Marllon) e Danilo Barcelos; Lucca e Léo Gamalho (Felipe Saraiva).
Técnico: Eduardo Baptista

VITÓRIA
Fernando Miguel; Patric, Kanu, Wallace e Geferson; Ramon (Carlos Eduardo), Uillian Correia e Yago; Neilton (Danilinho), David (André Lima) e Tréllez.
Técnico: Vagner Mancini

Deu no siteuol

Postar um comentário

0 Comentários