Prefeitos exigem espaços em chapas majoritárias - Japi em Dia

Blog a serviço da População


Post Top Ad

Prefeitos exigem espaços em chapas majoritárias

Compartilhar

Em período de campanha de deputados, governador e senadores, os prefeitos são considerados cabos eleitorais importantíssimos. Mas se engana quem pensa que vai conseguir o apoio deles facilmente. Um grupo de prefeitos dos pequenos municípios, com população de até 20 mil habitantes está se organizando para exigir uma maior participação nas tomadas de decisões políticas em prol do Estado. O RN possui 143 municípios com população inferior a 20 mil habitantes.

Os prefeitos desses municípios têm enfrentado constantes dificuldades financeiras nas administrações e se queixam de serem lembrados apenas às vésperas das convenções partidárias e durante o período de campanha. Eles agora vão se juntar e buscar diálogo com os candidatos a deputados, governador e senadores, independentemente de filiações, e exigir o cumprimento das pautas municipalistas e ainda maior participação nas decisões em torno das chapas majoritárias.

Um dos líderes do chamado Movimento Municipalista é prefeito Leonardo Araújo, mais conhecido como “Naldinho”, de São Paulo do Potengi, que também é presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn). Procurado pelo blog, Naldinho fez questão de frisar que esse é um movimento apolítico, apartidário e sem vínculo com a Femurn.

“A gente tem a oportunidade de, através desse momento, fazer o nosso apelo e a nossa convocação aos postulantes de cargos de governador, vice-governador, senador, deputado, governador e senador, pra que a gente possa, prefeitos, ex-prefeitos e vereadores e ex-vereadores, que são as lideranças municipais, possam ser ouvidas. A gente quer ser ouvido. Nós somos a base. Nós temos 148 municípios que precisam ser ouvidos, para, quando esse pessoal estiver no Poder, a gente ter representações nesse movimento municipalista. Nós somos o para-choque. Nós, prefeitos e vereadores, é que estamos em contato direto com o povo dos pequenos municípios”, disse.

Naldinho adiantou que vai se juntar com prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e ex-vereadores para iniciar movimento para tomar as decisões antes do término das convenções. Os prefeitos do Movimento Municipalistas só devem apoiar candidatos que abrir espaço para a pauta municipalista. “Nós sempre ficamos à margem das decisões. Agora, nós queremos fazer parte das decisões. As cores partidárias a gente respeita e defende, mas o momento hoje é de socorro aos municípios pequenos e médios. Precisamos fortalecer os nossos municípios. Nas cidades grandes, quem atende é o secretário, mas nos municípios pequenos somos nós que tomamos café com o povo”, completou Naldinho.

Na próxima semana, vários políticos locais de municípios pequenos devem se reunir. Uma pauta de reivindicações devem ser apresentadas aos postulantes aos cargos de deputado federal, estadual, governador, vive e senador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages