Justiça dá 24 horas para inspeção do Sambódromo no Rio de Janeiro


O TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) deu 24 horas para o Corpo de Bombeiros inspecionar o Sambódromo do Rio de Janeiro. A decisão é desta quinta (28), da juíza Monica Teixeira, da 1ª Vara de Fazenda Pública. Atende a uma ação civil pública movida pelo Ministério Público.

Além da inspeção, a juíza determinou que a Riotur (Empresa de Turismo do Município do Rio) e a Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba), gestoras do carnaval na cidade, assinem 1 termo de responsabilidade assegurando a segurança do local para realização dos desfiles.

Na tarde desta quinta (28), o governador Wilson Witzel esteve no Sambódromo e disse que a responsabilidade não é do governo do Estado: “Eu não administro o Sambódromo. Apesar de ser do Estado, está cedido para o município, para que faça a gestão e evite esse tipo de problema”.

O presidente da Liesa, Jorge Castanheira, afirmou que o local tem toda a segurança para abrigar o evento.

“Nós temos todo apoio do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e da Secretaria de Saúde, que fazemos a montagem com todo o efetivo que nos dê tranquilidade ao pronto atendimento”, disse Castanheira.

Deu no site Agência Brasil

Postar um comentário

0 Comentários