Vereadores em ação: Leandro Felix, Manú e Dedezinho visitaram obra na comunidade Santa Paz



O primeiro café da manhã desta terça feira (12) de janeiro, dos Vereadores Leandro Félix, Dedezinho e Manú de Nascimento, saiu do conforto de seus gabinetes e caiu em campo para visitar e fiscalizar uma obra em andamento no Assentamento Santa Paz comunidade de Guamaré.

A obra em andamento trata-se de uma Fabrica de Polpa de Frutas que teve sua construção iniciada em Dezembro de 2020 na gestão do Ex Prefeito Adriano Diógenes, apesar da obra ainda está dentro do prazo estabelecido pelo contrato, os mesmos se sentiram no dever de acompanhar passo a passo o andamento da construção, na intenção de que nada saia dos conformes.

O legislativo da câmara de Guamaré nunca esteve tão forte como agora, com a união dos vereadores Leandro Félix, Dedezinho e Manú de Nascimento as ações de fiscalizar, cobrar os direitos da sociedade e exigir do executivo um trabalho transparente serão prioridades neste novo governo. 

Os vereadores eleitos pelo povo Guamareense seguirão esta ideologia de mudança durante seus quatro anos de gestão, e serão incansáveis durante suas trajetórias como gestores públicos.

Para Leandro Felix, os trabalhos apenas começaram: Estarei disponível 24 horas para o desenvolvimento e bem estar do nosso município, e serei incansável na luta a favor do povo Guamareense” disse Leandro Felix.

O vereador Dedezinho também expressou sua opinião para o nosso Site: “O meu mandato é do povo e irei trabalhar pelo povo” disse Dedezinho

Manú de Nascimento continuou... "Estarei sempre à vontade para defender os interesses da sociedade Guamareense, e pode ter certeza de que estarei junto com vocês para apoiar e aprovar o que for do interesse da sociedade, o que for apenas de benefício para a sociedade."

veja mais fotos 


Adaptação com o blog de olho na cidade 

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Não fizeram mais que a obrigação deles como servidores eleitos para isso, se todos seguissem o exemplo de André janones o Brasil não era do jeito que é.

    ResponderExcluir